Aventuras em Cairns

 

Uma das coisas que considero mais legais de morar nesse canto do mundo é a proximidade com pequenos paraísos terrestres. Além das belezas naturais diversas que Austrália e Nova Zelândia oferecem, a Oceania também conta com um dos mares mais azuis do mundo, que circundam as milhares de ilhas de areia branca do Pacífico. Um cenário certamente paradisíaco. Além disso, pelo fato de estarem localizados aos pés da Ásia, a Austrália e a Nova Zelândia, principalmente, recebem grande influência cultural, gastronômica e outras tantas, dos imigrantes asiáticos que buscam fazer a vida nessas antigas colônias inglesas.

Em território australiano, ou melhor, em território marítimo australiano, uma das maravilhas que não podíamos deixar de conhecer era a grande barreira de corais. Patrimônio mundial da humanidade, o conjunto de quase 3000 recifes contorna boa parte o estado de Queensland, no nordeste do país. Possivelmente o destino turístico mais importante do país, Queensland realmente tem muito a oferecer.  Em busca da experiência nos corais e de um pouco de sol, já que em Melbourne o vento gelado ainda impera, partimos. Cidade de destino: Cairns.

As impressões não poderiam ser melhores: temperatura acima de 30 graus todos os dias, paisagem bonita, brisa do mar, peixinhos coloridos e descobertas inusitadas. Mas como estamos aqui para falar de comida, registrei a belezura dos pratos que provamos e aprovamos. Como não poderia deixar de ser, os restaurantes locais (os melhores ficam à beira da baía) contam com diversos pratos de peixe e frutos do mar. Vocês repararam como os pratos vêm bonitos? Taí algo recorrente aqui em terra australis. Não importa o valor do prato ou o restaurante, a apresentação é geralmente impecável. Assim o prazer de comer bem começa antes da primeira garfada. Eu acho o máximo! É um prato cheio para a inspiração, não é mesmo?!

 

Anúncios